Boletín 06

  Editorial  
   
     
Em 2015, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE publicou o Perfil dos Estados e dos Municípios Brasileiros 2014 – Cultura, um relatório estatístico completo do panorama cultural brasileiro que mede de forma exaustiva, entre muitos outros aspetos, o estado atual dos meios culturais e de comunicação, as infraestruturas relacionadas com projetos culturais e a atividade legislativa em torno de políticas culturais.

O relatório começa com uma introdução breve e ponderada que oferece ao leitor em termos de medições estatísticas um panorama claro dos progressos da cultura desde o século XX, iniciando com os esforços da Unesco em meados do século e chegando até às realidades específicas dos estudos estatísticos culturais no Brasil. O texto introdutório acerta especialmente ao relacionar o alargamento do conceito de cultura com os progressos na medição de novos fenómenos que hoje ninguém poria em dúvida incluir nesta esfera.

É particularmente interessante o panorama positivo apresentado pelo estudo no que se refere às bibliotecas públicas e à promoção da leitura no país. Em 2014, 97,1% dos municípios brasileiros tinham já bibliotecas públicas, o que demonstra um crescimento de 9% relativamente a 2006. Os números mostram outra boa notícia: depois da televisão aberta (com uma cobertura quase total), as bibliotecas públicas no Brasil lideram a lista de disponibilidade de meios culturais em todos os municípios.

O Brasil também se destaca quanto a programas e ações de fomento e promoção do livro e da leitura. Vinte e dois dos vinte e sete estados contam na sua política administrativa com linhas de promoção do livro, da leitura e da literatura; vinte e cinco, com programas de fomento da criação, produção, circulação e difusão literária. Por último, vinte deles desenvolveram ações diversas para a formação de agentes e mediadores de leitura.

Como se indicava na citação do PERFIL dos municípios brasileiros: cultura 2006 incluída no primeiro capítulo do atual relatório, embora a medição quantitativa de bibliotecas e de ações de fomento e promoção não diga muito sobre os pormenores qualitativos da atividade cultural nos municípios e estados, o simples facto de que a presença das bibliotecas se aproxime dos 100% — num país com a extensão e com tão ricas diferenças culturais e geográficas como o Brasil — diz muito acerca da consolidação de um projeto nacional de leitura.

O download do relatório completo pode ser feito aqui: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/perfilmunic/cultura_2014/default.shtm