Iberbibliotecas

Idioma

  • A  A  A  

mENÚ

Paraguai, novo membro do Iberbibliotecas

Paraguai, novo membro do Iberbibliotecas

A Secretaria Nacional de Cultura do Paraguai formalizou neste 2014 sua adesão ao Programa Ibero-americano de Bibliotecas Públicas,Iberbibliotecasna esperança de contribuir, desde a política cultural, para o desenvolvimento do sistema bibliotecário do país, no marco de uma fecunda relação de diálogo com o espaço ibero-americano. 

O governo paraguaio está convencido da importância das bibliotecas - do livro e da leitura em sentido amplo - para a contribuição ao desenvolvimento e, ao mesmo tempo, dos importantes desafios que o contexto globalizado, digital e tecnocultural representa. digital  y tecnocultural. 

Mabel Causarano, Ministra da Cultura do Paraguai, considera que a adesão do país aos programas de cooperação ibero-americana –e, portanto, o fortalecimento de sua participação neste espaço regional– constituiu uma dívida e uma falha. Dívida porque os diferentes grupos vinculados aos processos culturais exigiram essa inserção, informados das oportunidades de troca e construção coletiva; Falta, porque implicou uma omissão, das políticas públicas, o que reduziu as possibilidades de sinergia. 

A política cultural do Paraguai iniciou um novo ciclo em 2006, com a aprovação da Lei Nacional da Cultura (1351/06), por meio da qual se estabeleceu a autonomia institucional do campo, com a criação de uma Secretaria de Estado da Cultura. Desde então, vem se construindo uma institucionalidade pautada no enfoque dos direitos, na inserção da cultura no desenvolvimento e na promoção das identidades, à luz da inserção em contextos regionais e globais. 

Para a Ministra Causarano, a adesão a vários programas do IBER é uma decisão institucional que reforça o compromisso com uma noção renovada de cultura. 

Na sociedade paraguaia, o papel das bibliotecas públicas é fundamentalmente o de possibilitar o acesso à prática da leitura e da pesquisa; o de promover a memória e a sistematização do conhecimento, cujos usos plurais são insubstituíveis para refletir sobre a prática, construir conhecimentos, ampliar direitos e traçar melhores futuros. 

Paraguai, novo membro do Iberbibliotecas

Logout